Arquivos de Tag: origem do homem

A origem do homem, capítulo 6

A Marta se animou e nos brindou com um resumo do capítulo 6, “Sobre as afinidades e a genealogia do homem”:

Do livro A origem do homem e a seleção sexual, o capitulo 6, “Sobre as afinidades e a genealogia do homem”, destaca-se por tratar as modificações dos organismos dos vertebrados e do homem e assumir uma posição não determinista para indicar macho/fêmea e o homem separado dos outros animais. A luta pela sobrevivência e a seleção natural modificaram os organismos produzindo novas formas de organismos, e fazendo outras desaparecerem. Assim, nossos antepassados humanos tiveram mais pelos do que nós, os dentes caninos eram maiores e pontiagudos, os machos tinham rudimento de útero e tivemos cloaca para evacuar as fezes.

Continuar Lendo →

Slides dos seminários sobre A Origem do Homem

A Marta nos brindou com dois seminários sobre o livro A origem do homem, de Charles Darwin, que temos preferido chamar de A ascendência do homem. Clique nas imagens abaixo para ver os slides:

Leituras de Darwin: Origem do homem?

Este ano iniciamos a leitura do livro de Darwin conhecido como A origem do homem. Coloquei uma interrogação no título desta postagem porque, assim como em A origem das espécies, o título já é um problema, mas por outros motivos. No caso de A origem das espécies, o original é The origin of species mesmo, e o que se pode questionar é se o título dado por Darwin é adequado ao conteúdo, tendo em vista que ele não está propriamente tratando nem de origem nem de espécies.

Neste caso, o original é The descent of man, que, sim, claro, pode ser traduzido como “A origem do homem” e assim tem circulado, muito provavelmente pela influência do seu livro-irmão. Outra tradução que também circula por aí é “A descendência do homem”, que, linguisticamente, também está correta, inclusive é a tradução mais direta. No entanto há quem diga, como o editor da nova edição portuguesa da Editora Exclamação (ex-Planeta Vivo), o biólogo Nuno Gomes, que, tecnicamente, o certo seria “A ascendência do homem”, pois é de ascendência que o livro trata, e não de descendência.

Fica aqui o convite para essa nossa nova atividade: vamos conferir?