Arquivos de Categoria: Leituras Darwin

A biogeografia na Origem

Excelente seminário da Isabelly feito durante a disciplina optativa Seminários de Pesquisa em História e Epistemologia das Ciências em novembro de 2021. Parabéns! Clique aqui para ver os slides.

Livro novo (e lindo) no pedaço!

Clique aqui para ir até a Livraria da Física, editora do livro. Veja o sumário abaixo:

Prefácio a três (Maria Cristina Machado Motta, Fernando Fragozo e Antonio Augusto Passos Videira)

O valor da ciência e a superação da dicotomia entre o epistemicismo e o instrumentalismo utilitário (Vinícius Carvalho da Silva)

La ciencia, la historia y las tonalidades (Juan Queijo)

Los orígenes de la filosofía de la cienciay el empirismo lógico (María de Paz)

O raciocínio por semelhança nas ciências:o caso da Origem das espécies, de Charles Darwin (Cristina de Amorim Machado)

Carta a um/a jovem cientista – e, assim,a ciência criou o negacionismo à sua imagem e semelhança (André Luís de Oliveira Mendonça)

As diversas faces da dúvida – ceticismo, negacionismo e confiança nas ciências (Mônica Ferreira Corrêa e Mariano Gazineu David)

Fenomenologia, ontologia e ciência:interlocuções entre Heidegger, Popper e Kuhn (Fernando Américo Teixeira Delavy, Rogério Tolfo e Vítor Gustavo Ribeiro de Matos)

O desafio de Heidegger: pensar a metafísica e a técnicapara entender a ciência moderna (Fernando Fragozo e Maria Cristina M. Motta)

Epistemologias feministas: conhecimento situadoe solidariedade em perspectiva (Maria Helena Silva Soares)

Pedro, leitor de Darwin e Mendel

Hoje o Pedro nos brindou com um aulão sobre Darwin e Mendel! Essa atividade tem a ver com o capítulo 4 do livro Lógica da vida, do François Jacob, e, claro, com as nossas leituras de Darwin. Clique aqui para ver os slides.

Campanha de comercialização dos livros do Felipe Costa

Para ver a divulgação e participar da campanha, clique aqui.
Para obter mais informações, entre em contato com o Felipe pelo e-mail meiterer@hotmail.com

Novas publicações do Pedro

Em tempos de pandemia: folha de lótus, escorregador de mosquito

Mais um texto da coluna da Marta no Jornal do Porto:

As mil e uma noites dos animais numa floresta mostram a preciosidade das vidas, inclusive a da humana.

No meio das centenas de árvores os morcegos ouvem as frutas. Uma lagarta manipula o envelhecimento das folhas que come. Aquelas moscas pequeninas, de bananas, as drosófilas, afogam suas mágoas em álcool quando são rejeitadas por outras moscas na fecundação. Os pássaros são o suporte das árvores nas matas e florestas.

A espécie de árvore Ceratocaryum argentum, na África do Sul, manipula besouros rola-bosta para que estes pequenos insetos, enrolados em fezes, façam suas sementes germinarem mais depressa, antes de serem comidas pelos roedores.

Todas essas histórias estão no livro Folha de lótus, escorregador de mosquitos, de Fernando Reinack. São 96 crônicas sobre os seres vivos aliados dos humanos, mas que os humanos não sabem. Ou não querem saber.

Continuar Lendo →

Em tempos de pandemia: alguma coisa está fora de ordem

Coluna da Marta no Jornal do Porto, 14 de abril de 2020

Para ver no site do jornal, clique aqui.

Vírus-rei

Pensei muito em um nome para esta Coluna no Jornal do Porto. Diga-se de passagem, sou sobrinha de um dos proprietários do jornal e prometi me comportar nestas linhas da Coluna. Não que o jornal tenha me exigido algo. Simplesmente não vou tratar de política no sentido mais popular do termo, o de homens de partidos, eleições e polêmicas construídas pelas mídias oficiais.

Hoje, para iniciar a Coluna, resolvi pensar o coronavírus (calma, pessoas, vou falar apenas da presença dele) nas cidades, países, planeta como um evento que obriga a reclusão dos humanos, mas permite o revigorar das espécies de animais, de plantas, aquilo que chamamos de natureza.

Continuar Lendo →

Publicação nossa sobre os colaboradores de Darwin

Para ver no site da Springer, clique aqui. Para ir direto para o PDF no nosso dropbox, clique aqui.

Tradução do manuscrito “Vida” de Darwin (1838)

Primeira página do manuscrito

Em setembro de 2019 o Pedro publicou a tradução desse manuscrito no Boletim de História e Filosofia da Biologia. Clique aqui para conferir.

Aula do Pedro no IB-USP

E lá foi o Pedro participar de um curso da professora Maria Elice Prestes no Instituto de Biologia da USP. Falou e propôs exercícios sobre as traduções da Origem para os alunos de graduação e pós que frequentam a disciplina A Origem das Espécies, de Charles Darwin. Quem quiser ver os slides que ele usou, clique aqui.

Pôster do Pedro no EAIC 2019

Mais um pôster do Pedro na USP

E lá foi o Pedro mais uma vez apresentar seu trabalho na USP, agora no evento da ABFHIB. Maravilha!

O que é darwinismo? De Felipe Costa (2019)

Mais um livro do nosso amigo Felipe Costa! Vida longa e próspera!

Quem quiser ver um texto do autor sobre as origens dessa ideia, clique aqui.

Quem quiser dar uma olhada no miolo de divulgação, clique aqui.

Para ver como adquirir o livro, clique aqui.

Os nossos já estão a caminho…

Pôster que o Pedro apresentou na USP

Leituras de Darwin: A origem das espécies – esboço de 1842

Este ano leremos A origem das espécies – esboço de 1842. Esse texto foi escrito por Darwin 17 anos antes da publicação de seu livro mais famoso, e é uma das provas de que ele já estava trabalhando em sua teoria há tempos quando recebeu a carta-ensaio de Wallace em 1858. Importante documento histórico que agora vamos conferir na edição brasileira traduzida por Mario Fondelli e publicada pela editora Newton Compton em 1992. Essa edição inclui o “artigo” de Darwin e Wallace que foi lido por Lyell e Hooker na Sociedade Lineana em 1 de julho de 1858: “Sobre a tendência das espécies em formar variedades e sobre a perpetuação das variedades e das espécies por meio da seleção natural”.