Arquivos de Categoria: Leituras

A lógica da vida, introdução: o programa

Na primeira parte da introdução, Jacob contextualiza a noção de programa, tão cara ao nosso entendimento de hereditariedade atualmente. Para isso apresenta alguns conceitos-chave, além de problemas conceituais que se produziram ou desapareceram a partir dessa nova perspectiva (p. 9-17). Na segunda parte, o autor recupera uma discussão importante sobre a historiografia das ciências, mostrando duas diferentes concepções e respectivas interpretações, e ilustrando sua adesão a uma delas com exemplos comparativos (p. 17-23). Na terceira parte, vemos uma síntese em quatro momentos da história da biologia que o livro vai nos contar (p. 23-24).

[EM CONSTRUÇÃO]

A lógica da vida, prefácio

              François Jacob (sentado) e Jacques Monod no Instituto Pasteur em 1971

Pouco antes dessa foto aí em cima, François Jacob (1920-2013) havia publicado o seu livro A lógica da vida, que estamos lendo e discutindo nos nossos encontros às quartas-feiras. Além de ser considerado um dos fundadores da biologia molecular, e de ter dado uma contribuição monumental às ciências da vida (Prêmio Nobel de 1965 junto com Jacques Monod e André Lwoff por sua pesquisa em regulação genética), Jacob tem uma visão de filosofia e história da biologia extremamente esclarecedora.

Continuar Lendo →

Leitura de François Jacob

Mais uma nova atividade: esta semana vamos começar a ler juntos A lógica da vida: uma história da hereditariedade, de François Jacob. Esse livro, traduzido no Brasil por Ângela Loureiro de Souza e publicado pela Editora Graal em 1983, foi escrito originalmente em 1970 pelo prêmio nobel de fisiologia e medicina (1965) François Jacob. Segundo Foucault, “é a mais notável história da biologia escrita até o momento”.