Autor Arquivo: A viajante

Leitura de François Jacob

Mais uma nova atividade: esta semana vamos começar a ler juntos A lógica da vida: uma história da hereditariedade, de François Jacob. Esse livro, traduzido no Brasil por Ângela Loureiro de Souza e publicado pela Editora Graal em 1983, foi escrito originalmente em 1970 pelo prêmio nobel de fisiologia e medicina (1965) François Jacob. Segundo Foucault, “é a mais notável história da biologia escrita até o momento”.

Seminários Ciência & Arte

Esta semana começamos uma nova atividade: Seminários Ciência & Arte. Da bibliografia já apresentada aqui, daremos o pontapé inicial com o livro do Jung, O espírito na arte e na ciência.

Publicado originalmente em 1971, 10 anos após a morte de Jung, esse livro contém uma coletânea de ensaios sobre Paracelso, Freud, Wilhelm, a relação entre psicologia e poesia, o Ulisses de Joyce e Picasso. Traduzido por Maria de Moraes Barros, o livro foi publicado no Brasil em 2011 pela petropolitana Editora Vozes.

Ciência & Arte

Este ano decidimos entrar de sola no nosso projeto de pesquisa: Ciência e arte na perspectiva dos Science Studies. Vamos começar com uma miscelânea teórica alimentada por exemplos que podem virar estudos de caso (a astrologia de Manilius e Ptolomeu, a visão de mundo estética de Galileu, Kepler e Newton, a obra de Da Vinci e Goethe, a produção centífico-artística de Haeckel, Ramon y Cajal e Margaret Mee). São estes os textos teóricos:

Continuar Lendo →

Campanha de comercialização dos livros do Felipe Costa

Para ver a divulgação e participar da campanha, clique aqui.
Para obter mais informações, entre em contato com o Felipe pelo e-mail meiterer@hotmail.com

Nova publicação da Marta

Novas publicações do Pedro

Quinto Stellium da Academia Celeste – minicurso

Quinto Stellium da Academia Celeste – programação

Quinto Stellium da Academia Celeste – evento remoto

Em tempos de pandemia: a classe média por Lawrence

Papo internacional sobre astrologia, filosofia e o Tetrabiblos no Brasil

Marcus e eu batemos um papo com nossos camaradas portugueses, Helena Avelar e Luís Ribeiro, que estão à frente do The Astra Project, um projeto internacional e interdisciplinar de pesquisa histórica sobre técnicas e práticas astrológicas. Vale a pena conferir a lista de episódios dessa iniciativa do projeto: Ad Astra Podcast.

Em tempos de pandemia: folha de lótus, escorregador de mosquito

Mais um texto da coluna da Marta no Jornal do Porto:

As mil e uma noites dos animais numa floresta mostram a preciosidade das vidas, inclusive a da humana.

No meio das centenas de árvores os morcegos ouvem as frutas. Uma lagarta manipula o envelhecimento das folhas que come. Aquelas moscas pequeninas, de bananas, as drosófilas, afogam suas mágoas em álcool quando são rejeitadas por outras moscas na fecundação. Os pássaros são o suporte das árvores nas matas e florestas.

A espécie de árvore Ceratocaryum argentum, na África do Sul, manipula besouros rola-bosta para que estes pequenos insetos, enrolados em fezes, façam suas sementes germinarem mais depressa, antes de serem comidas pelos roedores.

Todas essas histórias estão no livro Folha de lótus, escorregador de mosquitos, de Fernando Reinack. São 96 crônicas sobre os seres vivos aliados dos humanos, mas que os humanos não sabem. Ou não querem saber.

Continuar Lendo →

Nova publicação: o lugar epistemológico da astrologia

O livro acabou de ser lançado e tem um capítulo meu: “Ciência e sociedade no contexto de ‘O estranho caso da astrologia’ de Paul Feyerabend”. Para adquirir o e-book, visite o site da editora. A tiragem no papel foi bem pequena, mas talvez seja possível conseguir algum exemplar com a organizadora do livro, Clarissa de Franco (e-mail: clarissadefranco@hotmail.com).

Em tempos de pandemia: civilização em transição

Nesta semana iniciaremos uma nova atividade: Seminários Jung. Interesse recente do grupo, Jung nos atravessou no ano passado com a sua sincronicidade e tem nos inspirado deveras. Foi difícil escolher um texto para começar esse mergulho na obra dele, mas chegamos lá. Essa nova atividade se insere no nosso projeto de pesquisa “Ciência e arte na perspectiva dos science studies”.

Em tempos de pandemia: registro do último dia da roda de conversa