Ciência & Arte: China Miéville

Nesta quinta, às 17:30h, o Roger vai nos apresentar ao universo literário criado por China Miéville, que pode nos dar muito pano para manga nessa nossa conversa infinita sobre Ciência & Arte. Acabei de ler o seu Estação Perdido, romance de ficção científica/fantasia da série Bas-Lag, que saiu entre nós pela Editora Boitempo, em 2016, traduzido por José Baltazar Pereira Júnior e Fábio Fernandes. Estou encantada com esse mundo alienígena, cheio de espécies diferentes, inclusive seres humanos, mas também constructos cibernéticos, criaturas refeitas das formas mais bizarras e híbridos de vários tipos que vivem numa cidade-personagem caótica que se chama Nova Crobuzon. Para ir além, clique aqui e veja um artigo de 2002 de China Miéville sobre marxismo e fantasia. Ademais, há vários vídeos dele e sobre ele no youtube, inclusive este da Boitempo:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s