Pérolas dos alunos – Ana Luiza

Ana Luiza de Paula Vasconcelos – aluna de Biomedicina/2018

Os paradigmas no canário kuhniano

O conto “Ideias do canário”, de Machado de Assis, conta a história de Macedo, um estudioso da ornitologia que conversa com um canário adquirido em uma loja de belchior. Já o livro A estrutura das revoluções científicas, escrito por Thomas Kuhn, propõe uma nova perspectiva para a ciência e traz conceitos e ideias que podem ser comparados com o texto machadiano. Os principais conceitos kuhnianos e as comparações com o conto serão apresentados no decorrer desta dissertação.

De acordo com Kuhn, paradigma é um “modelo” padrão previamente acordado entre a comunidade científica, que contém regras, conceitos e exemplos. Assim, o paradigma é uma espécie de teoria “guarda-chuva” que orienta a ciência normal, que é a prática científica desenvolvida com base no paradigma vigente. No decorrer dessa prática, os quebra-cabeças, que são problemas propostos pelo paradigma, vão sendo resolvidos. No entanto, anomalias acabam surgindo, seja originadas por problemas não solucionados, por problemas não previstos pelo paradigma ou por outros motivos. Essas anomalias podem atacar diretamente o paradigma e levar à crise, momento em que se percebe que o paradigma em vigor não é mais adequado. Com isso, há um período de desacordos e debates entre os cientistas, que visam escolher um novo paradigma. Nesse período tem-se a prática da ciência extraordinária (ciência que está na fronteira entre dois paradigmas). Quando um novo paradigma é acordado pela comunidade científica, ocorre a revolução científica e inicia-se outra fase de ciência normal, orientada pelo novo paradigma. Vale ressaltar que esse é um processo não cumulativo, uma vez que há uma ruptura completa entre o paradigma antigo e o novo.

Em “Ideias do canário”, o canário conta para Macedo a sua definição de mundo em três momentos distintos e, em cada um deles, o conceito de mundo apresentado é diferente. Quando o pássaro estava na gaiola da loja de belchior, o mundo para ele era a loja; já quando ele se mudou para o jardim de Macedo, o mundo passou a ser o jardim do ornitólogo; por fim, quando fugiu da gaiola, o mundo do canário passou a ser o céu azul com o sol. Todas as vezes que o animal expressava sua concepção de mundo, ele finalizava dizendo que fora daquilo, tudo era ilusão e mentira. Assim. Pode-se traçar um paralelo com o paradigma de Kuhn, já que cada concepção representa um modelo padrão para o canário, uma visão de mundo diferente. Ao fazer novas observações, o pássaro adota uma nova visão e, portanto, outro paradigma, como se fosse a revolução científica. Tudo o que não faz parte da sua nova visão é chamado de ilusório e mentiroso, demonstrando o progresso não cumulativo do conhecimento para Thomas Kuhn.

Desse modo, é possível comparar e interpretar o texto de Machado de Assis com as ideias kuhnianas de maneira que as definições e conceitos encaixam-se perfeitamente no decorrer do conto. O canário simboliza, portanto, uma representação do cientista de Kuhn, pois ele apresenta uma concepção de mundo definida (paradigma), mas que é passível de mudanças através de um progresso não cumulativo.

Referências

KUHN, Thomas. A estrutura das revoluções científicas. Tradução de Beatriz e Nelson Boeira. SP: Perspectiva, 1996.

MACHADO DE ASSIS, Joaquim Maria. Ideias do canário. In: ___. Páginas recolhidas. SP: W. M. Jackson Inc. Editores, 1957.

*************************************************

O texto da Ana Luiza foi produzido a partir da seguinte questão:

Em que sentido o conto “Ideias do canário”, de Machado de Assis, pode ilustrar o conceito de paradigma, proposto por Thomas Kuhn em A estrutura das revoluções científicas? Escreva um texto que articule a sua reflexão sobre o conto e os principais conceitos (paradigma, revolução científica, anomalia, ciência normal e quebra-cabeças) que se encontram na obra de Kuhn.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s